Ceres Art
Art Nouveau

Art Nouveau: Quais são as influências desse estilo?

Depois do movimento Arts & Crafts, o Art Nouveau surgiu e se espalhou por toda a Europa trazendo uma nova filosofia que tratava dos conhecimentos das ciências e da engenharia e, ao mesmo tempo, criticava os processos de produção em massa que aconteciam no contexto histórico em que se passou.

Este foi um movimento muito significativo para a época em que a sociedade se encontrava. Conheça um pouco mais a seguir!

O movimento Art Nouveau

O movimento Art Nouveau, ou Arte Nova em português, foi iniciado na Europa no século XIX como um desdobramento do Arts & Crafts. Aliás, o surgimento dele, tem muito a ver com o contexto histórico da época.

Naquele período acontecia a Segunda Revolução Industrial, fazendo com que aumentasse o processo de industrialização, o número de trabalhadores em linhas de produção crescesse, a burguesia se desenvolvesse e também, que outras mudanças sociais acontecessem por conta disso tudo.

Tal movimento se manifestou nas mais diversas áreas da arte que existem, como a pintura, ilustração, escultura, joalheria, artigos têxteis, design gráfico, arquitetura, figurinos de moda, mobiliário, produção de vitrais, entre outros.

Apesar de, assim como o Arts & Crafts, esse movimento também criticar a produção em série, foi a partir dele, que a arte, principalmente no que diz respeito à arquitetura, começou a dialogar com a indústria.

Então, começou-se a utilizar materiais que não eram muito explorados como ferro, vidro e cimento. Apesar desse diálogo entre arte e indústria, ainda assim, mantinha-se a forma de expressão singular e artesanal sempre que possível.

O estilo do Art Nouveau era um estilo virtuoso, se assemelhando e lembrando um pouco o estilo do Rococó. Ou seja, ele trabalhava muito as formas orgânicas e femininas, focando na natureza e na utilização de cores frias.

No Brasil, o estilo ficou conhecido no final do século XIX, sendo que o pintor italiano Eliseu Visconti é um dos principais responsáveis pela chegada do movimento por aqui. Da mesma forma que aconteceu na Europa, o Art Nouveau deixou grandes marcas nas artes plásticas, no design e na arquitetura.

Principais características

O Art Nouveau foi um movimento com características muito marcantes, veja algumas delas:

  • O uso de formas fluidas nas artes desenvolvidas;
  • referência à natureza por meio da inclusão de flores, plantas, insetos e animais;
  • trabalho artesanal;
  • formas femininas e delicadas;
  • uso de materiais “industriais” como vidro, prata, ferro, cimento etc;
  • presença de elementos lógicos e racionais;
  • influência de técnicas da arte japonesa;
  • uso de formas que passavam um ar de elegância;
  • presença da figura feminina
  • uso de litografia e xilogravura.

Essas característica tiveram grande influência do movimento Arts & Crafts, do Barroco e do Rococó. Além disso, o Art Nouveau vem de uma oposição o Romantismo que era visto na arte até então.

É importante dizer que este movimento teve grande influência para a arquitetura e para o Design de Interiores.

Artistas do movimento

Alguns dos principais nomes do movimento são:

  • Antoni Gaudí (1852 – 1926) – Arquiteto
  • Alfons Mucha (1860 – 1939) – Pintor
  • Victor Horta (1861 – 1947) – Arquiteto
  • Gustav Klimt (1862 – 1918) – Pintor
  • René Lalique (1860 – 1945) – Vidreiro e joalheiro

Adicionar um comentário

Deixe uma resposta

Siga nosso Instagram

Receba nossos conteúdos no seu email

Inscreva-se e receba novidades do nosso blog, promoções da galeria, informações de cursos e mais.