Ceres Art
grafismo infantil

Grafismo infantil e o desenvolvimento das crianças

Assim como os artistas usam suas obras de arte para se expressar, as crianças usam o desenho com essa finalidade, mesmo que inconscientemente. Na realidade o grafismo infantil ou os desenhos das crianças podem mostrar muito sobre seu desenvolvimento físico e até emocional.

Sendo assim, a representação que a criança faz em forma de desenho, é a expressão de seu desenvolvimento como pessoa. Vou explicar como isso a acontece aqui nesse post!

O que é Grafismo Infantil

O Grafismo Infantil é a representação gráfica feita pelas crianças. Apesar de a palavra grafismo poder representar a escrita, no caso de crianças que ainda não foram alfabetizadas, o desenho é a forma de se expressar que elas possuem.

Nessa fase, os traços representam basicamente tudo o que está na mente das crianças. Suas vivências sociais, seus sentimentos, percepções do mundo etc. E mesmo que não seja a intenção delas, o grafismo infantil auxilia na análise do desenvolvimento das crianças.

curso de desenho

Relação entre grafismo infantil e o desenvolvimento da criança

Logo que uma criança tem o primeiro contato com um lápis e um papel, ela começa a desenvolver os primeiros traços. Geralmente eles não passam de rabiscos, mas com o passar o tempo o grafismo infantil vai se desenvolvendo.

Então, ela passa a desenhar pessoas, casas, pássaros e objetos simples. Algumas crianças podem ter mais interesse e evoluir cada vez mais seus desenhos, enquanto outras permanecem com os traços mais básicos.

Existem estudos que mostram a relação entre o desenvolvimento das crianças e seus desenhos conforme elas vão interagindo com o mundo. Ou seja, o nível intelectual dessas crianças é expresso nos desenhos de acordo com o estágio em que ela se encontra e de acordo com suas vivências.

Viktor Lowenfeld conduziu uma pesquisa que conseguiu mostrar os 3 estágios do grafismo infantil. O primeiro deles foi o estágio das garatujas. Esse estágio é dividido em três fases, são elas a Garatuja desordenada, Garatuja ordenada e Garatuja nomeada. Em seguida vêm os estágios Pré-esquemático e Esquemático.

Garutajas

Esse primeiro estágio do grafismo infantil demonstra a primeira fase do desenvolvimento da criança. Veja a seguir como é cada fase.

Garatuja desordenada

A primeira fase das Garutajas é o momento em que a criança tem os primeiros contatos com o papel e o lápis. Isso normalmente acontece por volta de 1 ano e meio e é quando surgem os primeiros rabiscos.

Nessa fase do desenvolvimento o grafismo infantil não expressa muita coisa, mas é possível notar que a criança geralmente testa várias cores no papel e começa a perceber que os rabiscos aparecem conforme ela pressiona o lápis contra a folha.

Garatuja ordenada

Nessa fase do grafismo infantil, a criança começa a rabiscar linhas com movimentos repetidos e podem, inclusive, começar a traçar círculos e aspirais, por exemplo. Apesar disso, os desenhos ainda não têm muito significado. Essa fase acontece por volta dos dois anos.

Garatuja nomeada

De acordo com Lowenfeld, essa fase do grafismo infantil só se torna possível com o estímulo adequado. Ou seja, os adultos devem incentivar a criança a continuar rabiscando as formas como na garatuja ordenada e também, incentivá-la a aprimorar essas formas.

Com esse incentivo, a criança a tinge a fase da Garatuja nomeada, que é quando ela começa a tentar desenhar objetos intencionalmente. Sendo assim, é possível observar formas de rostos, sol, ou outras coisas simples que a criança tem contato no dia a dia. Isso acontece por volta dos 3 anos de idade.

Pré-esquemático

A partir dos 4 anos de idade (no geral), o grafismo infantil começa a mostrar a fase de desenvolvimento da criança em que ela nota mais detalhes e, consequentemente, expressa isso nos desenhos.

Exemplos desses detalhes são as representações de mãos, dedos, dentes, orelhas, olhos, cabelos etc. Em relação a proporção, os psicólogos acreditam que está mais relacionada com a percepção emocional do que visual.

Esquemático

Por fim, a última fase do grafismo infantil é quando a criança começa a expressar todos os detalhes e cenas da forma mais realista possível. Aqui, elas usam todos os elementos que lhes estão disponíveis.

Inclusive, por acontecer por volta dos 5 anos, é provável que a criança já tenha iniciado a fase de alfabetização e que isso apareça em seu desenho também. Então, aqui é comum perceber mais criatividade e expressividade de sentimentos e opiniões.

Enfim, é importante lembrar que as crianças estão em constante processo de evolução e que cada fase merece a devida atenção. Por isso, é extremamente importante estimular e desenvolver ao máximo o lado artísticos delas.

É indicado, inclusive, que elas participem de oficinas sensoriais ou oficinas de arte para que isso aconteça!

Adicionar um comentário

Deixe uma resposta

Siga nosso Instagram

Invalid OAuth access token.

Receba nossos conteúdos no seu email

Inscreva-se e receba novidades do nosso blog, promoções da galeria, informações de cursos e mais.